sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Tallin, capital da Estônia




Lembro das aulas de Geografia Geral, nos meus longínquos anos de curso ginasial, quando memorizávamos todas as capitais dos países da Europa.
E havia três países do Báltico, na Europa Setentrional, que me chamavam a atenção, talvez por semelhanças no nome: Estônia, Letônia e Lituânia. E na minha cabeça de criança, é como se fossem países trigêmeos.
Na história dos três, outra infeliz semelhança, que foi a do domínio soviético.
Antes dos russos, outros povos também ocuparam o território da Estônia, mas a dominação soviética, que havia sido imensa no século XVIII e início do XIX, ainda durou 52 anos após a 2ª Guerra Mundial. 
Com a queda da União Soviética, e após sua independência em 1992, a Estônia iniciou um grande desenvolvimento econômico, alcançado a partir do ano 2000.
E passados tantos anos do tempo em que eu recitava as capitais europeias, tive a oportunidade de conhecer uma das capitais dos "países trigêmeos": Tallin, a capital da Estônia. Cidade medieval, muito linda e alegre.

Recepção no Porto de Tallin


Ônibus aguardando os passageiros do cruzeiro. Pegamos esse ônibus que se mostrou desnecessário, porque descemos no 2º ponto, o da Cidade Velha, e lá ficamos o dia inteiro.
Assim que descemos do ônibus fomos andando na direção da maravilhosa Catedral Alexander Nevsky, de forte influência russa, construção de 1894 a 1900, a mais nova da Toompea (colina que fica na parte central de Tallin).


                    Catedral Alexander Nevski, catedral ortodoxa, com altar totalmente dourado.


Quando chegamos na Catedral estava terminando uma cerimônia religiosa e pude observar que todas as estonianas que saíam da igreja usavam saias e cabeças cobertas.





                 Na frente da Catedral Ortodoxa, o prédio do Parlamento (Riigikogu), antigo Castelo de Toompea.




                                                 Escritório do Ministro da Justiça.

               
E andando, chegamos a um dos locais que permite uma vista maravilhosa da cidade baixa: um mirante em Toompea.



                                   Do mirante, pode-se ver os navios ancorados.

Muitos turistas na plataforma de observação da cidade baixa. E, felizmente, eu entre eles, aproveitando essa beleza imensa.

                                   Abaixo, nossa primeira parada para um café.

Anda-se e, de repente, olha-se para trás, ou para o lado, e lá está a Catedral Alexander Nevsky. 




Principal ligação de Toompea com a cidade baixa, a Pikk Jalg, ladeira entre dois muros altos, como muralhas. Bem medieval.


                                   Na ladeira, muitos artistas locais expondo suas obras.
                        E o Berto está levando uma pintura de lembrança.


                                Na cidade baixa, muitas lojas de lembranças.


       Ruas estreitas, construções muito antigas extremamente bem conservadas, limpeza.


E andando chegamos na fantástica praça da Prefeitura, cercada por prédios históricos muito bem preservados.




O prédio da Prefeitura, com sua torre. Construído entre 1402/1404, é o prédio medieval mais bem preservado da Europa Setentrional.  




Jovens com roupas típicas tradicionais.


A praça da Prefeitura é extremamente alegre. Em dois lados inúmeros cafés e restaurantes.


Saindo da Praça, e para nos abrigarmos de uma chuva repentina, entramos num café muito antigo, bem espelhado e com o teto todo trabalhado.


                     E para acompanhar nosso café, um doce de amêndoas e essa Pavlova deliciosa.


Antes de voltarmos para o navio, passamos por esse carro de noivos. Nas minhas viagens sempre cruzo com casais de noivos, mas nesse caso só vi o carro.
Contudo,  na praça da Prefeitura assisti a uma passagem de um carro aberto com um casal de noivos. Fiquei com a impressão que deve ser algo habitual para festejar a data. A buzina chama a atenção, o carro dá algumas voltas na praça, e os noivos são aplaudidos por todos que lá estão.
E esse fato tão interessante aumenta o clima de alegria do local.



Na medieval Tallin, o dia foi curto para tanta beleza.



5 comentários:

✿ chica disse...

fiquei aqui no teu blog um bom tempinho para dar o merecido olhar a cada detalhe, cada foto, cada momento.

Saio agora encantada, leve, maravilhada com tantas coisas e tens razão são muitas por lá e, tenho certeza, outras tantas ainda poderiam aqui estar. Lindo tudo! beijos,ótimo fds! chica

Isabel disse...

Heloísa,
não tinha ideia nenhuma de como era Tallin, mas adorei as fotos. Merece uma visita, sem dúvida. Bjs

Silvia disse...

Oi Heloísa
que bonito passeio você nos ofereceu. Adorei "conhecer" a Estônia contigo através do post.
Abraço e bom final de semana.

Katia Bonfadini disse...

Lindo post, Helô! Tallin é linda, né? Eu amei!!!! Nào consegui concluir a série de posts sobre os países bálticos, mas um dia espero ter tempo pra isso! Que viagem encantadora! Um beijào!

✿ chica disse...

Voltei pra rever mais detalhes.Tudo lindíssimo mesmo! beijos,ótima semana,chica