terça-feira, 9 de agosto de 2011

Queenstown




O relato dessa minha viagem pela Nova Zelândia está meio encantado. Voltei de lá há pouco mais de um ano, e preciso dar um jeito de encerrar a viagem. Mas a seleção das fotos deixa tudo mais lento. Passo, então, a uma nova etapa.
Depois de Wanaka, chegamos a Queenstown, um dos nossos objetivos na viagem pela Ilha Sul.
A cidade, que é considerada um dos principais centros turísticos do pais, fica num vale, entre o maravilhoso e enorme lago Wakatipu e os montes escarpados da região.
Já foi “descoberta” pelos brasileiros, que correspondem a quase 20% do total de 15.000 habitantes. Encontramos vários, trabalhando em diversos setores.
O centro da cidade é bem pequeno, mas muito charmoso. 







A cidade tem muitas atrações, e é a campeã nos esportes radicais, entre os quais o "bungee jump "
E, principalmente, é muito linda.
Ficamos hospedados no confortável Hotel Rydges, bem na beira do lago, num apartamento com sacada, que nos permitia uma vista maravilhosa.
Visitamos os Queenstown Gardens (Jardins de Queenstown), cercados por lindos abetos. Muito gramado, árvores nas cores do outono, muitas rosas e, ao lado, o lago, sempre o lago.













Carrinho motorizado para passeio pelos jardins.






Escultura de folha de samambaia, um dos símbolos da Nova Zelândia.




Esse era o caminho do nosso hotel.






Ao fundo, o hotel com suas sacadas.
De lá, tirei a foto com o arco-íris.




Acho que a Rainha Vitória, que foi homenageada com o nome dado à cidade, teria adorado viver lá.