Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2009

Arles e Les Baux de Provence

Imagem
Arles, cidade que conserva algumas ruínas romanas, foi a 2ª cidade onde ficamos hospedados durante nossa pequena temporada na Provença. Achei muito interessante um pequeno jardim no Espaço Van Gogh, que conserva o mesmo desenho da época em que ele lá viveu (e que foi reproduzido por ele, em uma tela), e gostei muito das ruas estreitas na cidade antiga e do capricho de pequenas lojas e cafés. Espaço Van Gogh. Jardim que serviu de inspiração ao pintor e, no último quadro, cópia da sua tela, colocada bem na frente do jardim. (clique para aumentar)
Uma das pequenas ruas de Arles.
Caprichos em Arles.
Muito bonita, também, a praça onde fica o "Hôtel de Ville" e a Igreja Saint Trophime, que é imponente e tem maravilhosas portas esculpidas.

Durante nossa estadia, ocorreu a "Feria du Riz" (feira do arroz), com degustação não só de arroz como de vinhos, e exposição e vend…

Aix-en-Provence

Imagem
Aix-en-Provence é uma cidade linda e alegre, também conhecida como cidade das mil fontes. Sua principal avenida, Cours Mirabeau (onde ficamos hospedados), é ladeada por plátanos, tem construções dos séculos XVII e XVIII, com portas esculpidas e sacadas de ferro. Tem, ainda, muitos cafés (restaurantes), onde a vida fervilha.

                                                               Cours Mirabeau.

                                  No centro, uma fonte diferente, coberta de musgo.






Prédio do século XVIII. Parece que Cézanne costumava se encontrar aqui com os amigos.


                                       Praça Charles de Gaulle (La Rotonde).




                                                       Uma das muitas vielas.


                                                  Uma das muitas fontes.


                                   Cena comum em Aix. Nas praças, inúmeras mesinhas.

Em Aix, que também é um centro universitário, nasceu o pintor Paul Cézanne. Tivemos a sorte de visitarmos no Museu Gran…

Provence

Imagem
Fui para a Patagônia, e não consegui ver os pingüins. Fui para a Provença, e não vi os campos de lavanda e de girassol. É claro, tudo depende da época da viagem. Mas vi outras coisas muito bonitas, e mantive minha vontade de voltar para ver aquilo que faltou.
(Acima, o campo que não vi. Abaixo, um dos pequenos campos que vi - lavandas em crescimento, ao lado de uma oliveira).


A Provença é especial, e quando lembro dos dias em que ali estive, lembro de plátanos, muitos plátanos, das diferentes formações rochosas das suas colinas e dos vilarejos encantadores.




A viagem até a Provença foi cansativa, pois fomos diretamente de São Paulo até Marselha, com conexão em Paris. Somando as horas passadas em aeroportos, levamos praticamente um dia para chegarmos a Aix-en-Provence, o ponto inicial do passeio. Nossos dias na Provença foram os últimos do verão, e deu para sentir que a estação é muito quente e ensolarada. Às vezes o calor é interrompido pelo temido vento Mistral e tivemos uma pequena amost…