terça-feira, 14 de setembro de 2010

Christchurch



Christchurch, terceira maior cidade da Nova Zelândia, fica na costa leste da Ilha Sul.

Há poucos dias entrou no noticiário mundial, pois sofreu um forte terremoto no último dia 4 de setembro que, felizmente, parece não ter causado muita destruição.

Consta que Christchurch é considerada como a “cidade mais inglesa”, que existe fora da Inglaterra. Tive uma amostra disso pois, ao visitá-la, nos dias 17 e 18 de abril de 2010, senti-me, em muitas ocasiões, como se estivesse dentro de um filme inglês “de época”.

De Wellington a Christchurch, a viagem de avião durou 45 minutos.

Ficamos hospedados num bom hotel, o "The Marque", recém-inaugurado e muito bem localizado.



Na parede do quarto, quadro com folha metálica de samambaia, um dos símbolos da Nova Zelândia.

Na principal praça de Christchurch, acha-se a Catedral Anglicana, construída na segunda metade do século XIX.



É nessa praça, Cathedral Square, que acontecem os eventos e as brincadeiras.






Saindo da praça fomos andando,

andando,


andando,

passamos pelo relógio das flores,


e chegamos ao romântico Rio Avon.
Passeando por suas margens, parecia que estávamos em um cenário de filme inglês da época vitoriana.








E num parque ao lado, para manter a tradição de quase todas minhas viagens, vi um casal de noivos após a cerimônia do casamento.






Em Christchurch fomos a ótimos restaurantes de culinária japonesa.
Esse foi o meu "prato", numa das noites.