quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Arles e Les Baux de Provence


Arles, cidade que conserva algumas ruínas romanas, foi a 2ª cidade onde ficamos hospedados durante nossa pequena temporada na Provença.
Achei muito interessante um pequeno jardim no Espaço Van Gogh, que conserva o mesmo desenho da época em que ele lá viveu (e que foi reproduzido por ele, em uma tela), e gostei muito das ruas estreitas na cidade antiga e do capricho de pequenas lojas e cafés.
Espaço Van Gogh. Jardim que serviu de inspiração ao pintor e, no último quadro, cópia da sua tela, colocada bem na frente do jardim. (clique para aumentar)

Uma das pequenas ruas de Arles.

Caprichos em Arles.

Muito bonita, também, a praça onde fica o "Hôtel de Ville" e a Igreja Saint Trophime, que é imponente e tem maravilhosas portas esculpidas.

Durante nossa estadia, ocorreu a "Feria du Riz" (feira do arroz), com degustação não só de arroz como de vinhos, e exposição e venda de vários outros produtos, como mel, azeite, linguiças e pão de mel. As barraquinhas são montadas na praça principal da cidade e o movimento, por lá, é muito alegre.
Feira do arroz. Acima as barraquinhas. Abaixo, panelão para degustação de um arroz escuro (delicioso), decoração com girassol, outros produtos da feira e o casal de turistas.
(Clique para aumentar)
Também teve seu interesse a visita ao Anfiteatro Romano, que só pôde ser visto externamente. Durante o verão ele abre suas portas em horários certos, pois acontecem touradas na sua arena, (há forte influência espanhola na região) .
Na despedida de Arles, visita ao rio Rhône.


De Arles fomos até Les Baux de Provence, uma cidade inteiramente rochosa, encravada no alto de uma das montanhas do Les Alpilles (Alpes da Provença). É um vilarejo parado no tempo e que, praticamente, não tem moradores. Todas suas casas foram transformadas em lojas, de artesanato, de arte, de temperos ou sorvetes. Sobe-se a montanha por vielas muito interessantes e, no alto, está o castelo (que em tempos muito idos abrigou poderosos nobres).




Descendo-se a montanha e seguindo-se na estrada, logo se encontra a entrada de um lugar absolutamente fantástico : a "Catedral de Imagens". Já falei sobre ela aqui. É uma caverna com paredes altíssimas, que recebe projeções por todos os lados, acompanhadas por fundo musical. Essa Catedral já abrigou várias exposições e, durante esse ano, o espetáculo é sobre a obra de Picasso. Foi um espetáculo maravilhoso, e o lugar merece ser conhecido.

Clique para ver maior.

5 comentários:

Isabel disse...

Lindo, lindo, lindo! Tudo maravilhoso, um charme! Neste momento já estou a programar a minha próxima viagem, será Viena, capital da Áustria e estou muito empolgada :)
Gosto de preparar as viagens com alguma antecedência, a viagem será só em Abril, mas já conto os meses!!
Bjs

Elisa no blog disse...

já fui a Paris, mas Provença não. mas gostaria muito de ir . anos atrás li o livro de um americano que se mudou para Provence e foi muito feliz lá. As fotos estão lindas e vc está com a carinha muito feliz.
bj

Ana disse...

Estive por estes mesmos locais e adorei revê-los. E pasme, ao passar por Saint Rémy, tive lembranças da casa de minha avó em Mte Verde. Não sei porque. O cheiro, o clima, talvez... Não fiquei hospedada lá e não pude visitar o Hospital em que Van Gogh passou seus últimos dias. Não pudemos visitá-lo pois estavam em preparativos para um evento, mas se Deus quiser um dia voltarei.

Ana Maria

orvalho do ceu disse...

Oi, Helô
Que blog mais lindo é esse?
Meu Deus!
Que "achado" maravilhoso!
Encantou a minha noite, menina... Muito obrigada, querida.
Deus te abençoe sempre.
Bjs no coração
Vou seguir me deliciando...

Drica disse...

Parabens pelo blog, estava buscando informaçoes sobre Provence e encontrei o seu blog, as fotos são lindas, fiquei com mais vontade ainda de conhecer, um super beijo
Adriana