sábado, 13 de março de 2010

Provence: Vaucluse e Luberon




Minha última viagem pela França já está fazendo 6 meses, e ainda não consegui acabar meus relatos no blog.

Assim, para poder completar, falarei "en passant" de alguns lugares por onde estivemos.


Fontaine de Vaucluse

Vilarejo medieval, pequeno e muito simpático. Ali nasce o rio Sorgue, e no local há muitas cigarras, mas não tivemos oportunidade de ouvi-las. Com certeza, estavam descansando quando passamos por lá. Elas marcam o artesanato local e eu, achando tudo lindo, até comprei duas toalhas de mesa com estampas de cigarras.


Estávamos hospedados em Avignon e, em 13.09.2009, saímos cedo para aproveitar o dia visitando alguns vilarejos das redondezas.

Começamos por Fontaine de Vaucluse, com caminho muito bonito, onde existe um aqueduto imponente.




Aqui, estamos quase chegando em Fontaine de Vaucluse.


Em Fontaine de Vaucluse visitamos a "Roda d'Água", a nascente do rio Sorgue, e demos uma parada num restaurante da Praça do "Hotel de Ville", para um café e rápido descanso.







Isle sur le Sorgue


De Fontaine de Vaucluse, seguimos viagem para Isle sur Le Sorgue. Era um domingo, dia da sua famosa feira. Em muitas das cidades da região, existem feiras (marchés) de diferentes produtos, e em dias variados da semana. E essas feiras costumam ser, ao lado das belezas naturais, os grande atrativos das pequenas vilas. Em Isle sur Le Sorgue a feira acontece aos domingos, melhor dizendo, as feiras, pois há uma de antiguidades, que acompanha um braço do rio Sorgue, e outra de flores, produtos frescos e roupas, que se espalha pelas ruas laterais.

















Tudo muito interessante e lindo.

Depois do passeio, e do almoço, seguimos viagem, dando uma uma rápida parada no Museu da Lavanda, em Coustellet. Só visitamos seus jardins, com plantação de lavandas, sem flores, e algumas oliveiras, carregadas de frutos.



Roussillon

De lá, fomos para Roussillon, vilarejo rodeado por montanhas e rochedos com formas curiosas, tudo em tons vermelhos e dourados. Todas sua casas têm um tom ocre, constando que o ocre é obtido na própria região.





Quando chegamos em Roussillon parecia que estávamos chegando numa festa ao ar livre. E, na verdade, era uma festa. Quase final de tarde, com um por-de-sol dourado. Domingo, muita gente na praça, e uma feira de cerâmicas maravilhosas. Ainda havia música, feita por um único rapaz, com guitarra e percussão. E, além de tocar ele cantava.

Em Roussillon passamos momentos muito agradáveis. A dificuldade foi encontrar lugar para estacionar. Rodamos muito por suas ruas estreitas, mas finalmente encontramos vaga num estacionamento público.

Com Roussillon iríamos encerrar o dia, voltando para nosso hotel em Avignon. Mas ainda demos uma passada rápida na entrada de Gordes, com muros e casas de pedra, e paramos num mirante para observá-la do alto.


Gordes, cidade de pedras.

Foi um dia cheio, "ligeiramente" cansativo, mas repleto de beleza.


7 comentários:

Cláudia Ramalho disse...

Helô, desconhecia esse seu blog de viagens. Não sei como vc consegue dar conta de tantos blogs e da vida real. Sabe, eu misturo de um tudo lá no meu pra não ter que administrar dois ou mais blogs. Não teria essa paci~encia, ainda mais reconhecendo os caprichos de que vc falou.
Vamos à França e a Portugal em abril, pela segunda vez, espero poder apreciar com mais calma a Paris de que tanto ouço falar. Cheguei à conclusão que Paris não se entrega de primeira aos turistas apressados com cronograma a cumprir. Desta vez, iremos por conta própria, com mapas na mão e um roteiro todo particular. Vamos flanar sem pressa, sem estresse. De modo que resolvi deixar os arredores para outra viagem, desta vez será só Paris.
Gostei de conhecer esse seu novo cantinho.
Bjks

Isabel disse...

Heloísa, este seu blog é delicioso!Fiquei com uma vontade enorme de viajar pela Provence. Que lindas cidadezinhas, tão piturescas, tão bem preservadas. Adorei. Eu também adoraria visitar a Provence, assim como a Toscana, em Itália.
Ainda não sei se vou viajar este ano, tinha programado ir a Viena de Áutria em Abril, mas tive que cancelar.
Bjs

Dani Etoile disse...

Helo, que blog delicioso! Posso ficar aqui horas viajando com seus posts... Fantásticas as fotos...
Parabéns e bjs
Dani

Maria Helena disse...

Heloisa
Seu blog já está linkado no Caminho Suave, vou sempre passar por aqui.
Que viagem linda, paisagens exuberantes e sofisticadas, maravilhosas.
Vou à Paris pela 1ª vez agora em abril, um sonho que irei realizar junto com meu filho.
Bjs

Adriana Pessoa disse...

Helô,
fiz uma viagem pela Provence em 1997 (grávida do João). Foi inesquecível e quero muito voltar!
Essas estampas provençais são lindas... até hoje tenho uma toalha de girassol comprada em Avignon que amo!
As fotos e o texto estão ótimos!
Bjs

Gisley Scott disse...

Olá Helô,

primeira vez marcando presença por aqui. Só ouço coisas boas da FR! Amei a 6a foto do assunto "Isle sur le Sorgue". Está equilibrada, o lado esquerdo ficou bem trabalhado e além de mostrar o quesito profundidade. Desculpa, eu estudei 2 semestres de fotografia na universidade, e meu professor morou mais 8 anos na FR, ele era super cri-cri com as nossas fotos!

Agora toda vez que eu vejo uma foto super-super, comento :)!

Feliz dia do blogueiro!

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Que sitios lindos :) E as fotos nem devem fazer grande justiça... ao vivo e a cores a beleza é sempre maior :)