sábado, 8 de novembro de 2008

De Ushuaia a Valparaíso.

Partimos de Ushuaia, passamos pelo Cabo Horn (ponto extremo da América do Sul) e atravessamos o Estreito de Magalhães, que permite a passagem do Oceano Atlântico para o Pacífico. Essa parte do cruzeiro teve momentos de mar muito agitado, mas que não trouxe qualquer problema. Ondas enormes e bastante balanço, embora o navio fosse uma fortaleza. Visual diferente, mas sempre lindo, muito lindo.



Cabo Horn

Depois de passarmos pelo Cabo Horn, e atravessarmos o estreito de Magalhães, chegamos a Punta Arenas. Ushuaia é a última cidade da Argentina. O Cabo Horn e o Estreito de Magalhães fazem parte do território do Chile. Punta Arenas fica bem próxima ao Estreito de Magalhães:


Passamos o dia em Punta Arenas e continuamos com a navegação até Puerto Montt (o navio ficou ao largo e descemos em botes). Puerto Montt fica na linda Região dos Lagos. A idéia era ir de Puerto Montt até Puerto Varas (a 40 km), para rever o belíssimo vulcão Osorno, mas chovia muito, o que nos fez desistir. Falarei sobre o Osorno quando postar sobre a viagem aos lagos chilenos.

O cruzeiro terminou no porto de Valparaíso (Chile), cidade muito original. Tem vários montes (cerros), o que faz com que a comunicação, da parte alta da cidade com a costa, seja feita por meio de “ascensores”. Sua área histórica foi declarada como Patrimônio Cultural da Humanidade, pela UNESCO.

Cenas de Valparaíso:

Algumas das fotos que fiz em Valparaíso.



De Valparaíso seguimos para Viña del Mar, conhecida como a cidade das flores, cidade turística com várias atrações. Na ponta do balneário de Reñaca (praia grande), muitas rochas, entre as quais uma conhecida como “Roca de Michael Jackson” (porque clareou, conforme nos disse o guia de turismo). Nessa rocha, muitos pássaros, gaivotas, pelicanos, e uma colônia de leões-marinhos.


Fotos que fiz em Viña del Mar:

Museu de Arqueologia, com uma das estátuas (moai) da Ilha de Páscoa.


"Roca" do Balneário de Reñaca, em Viña del Mar



Gaivota, símbolo de Viña del Mar.

De Valparaíso a Santiago, passando por Viña del Mar, fizemos o passeio de carro. Santiago, que merecerá outro post, é essa beleza, emoldurada pela Cordilheira dos Andes.



11 comentários:

Nina disse...

Ai...Que linda viagem!
Nós duas temos mesmo alguma conexão misteriosa...
Meu sonho de consumo é conhecer a Patagônia!!!!!

beijos!

Leonardo disse...

Heloisa parabens!
Voce é um exemplo a ser seguido, mostre-se.
Uma pessoa me disse:
"Você nasceu sem pedir e vai morrer sem querer, portanto, aproveite o intervalo".

Leonardo

Heloísa disse...

Nina,
É mesmo uma viagem linda, embora a época não tenha sido a mais adequada.
Mas, continuo a sonhar e, se tiver oportunidade, voltarei à Patagônia.
beijos

Heloísa disse...

Leonardo,
Muito obrigada.
É verdade, esse intervalo, entre começo e fim, é tudo que temos. E como não sabemos qual o seu tamanho, temos que viver o agora.

Nina disse...

Eu gostaria de ficar aqui...

http://www.explora.com/patagonia_theplace_es.php

(primeiro preciso juntar o $$$, hahahaha!)

Heloísa disse...

Nina,
Que site lindo! Também quero voltar!
Tenho certeza que você conseguirá conhecer a Patagônia. Comece a guardar umas moedinhas, num cofrinho especial.
Sabe, eu comecei a viajar, viajar mesmo, quando meus filhos estavam grandinhos. Há tempo para tudo. Temos que pensar assim.
Beijos

Nina disse...

Ah, eu já viajei e viajo bastante, ainda! Conheço lugares especiais, grande parte no Brasil (apesar do meu medo de avião!!!!) Sem grandes luxos, entretanto...
Inclusive, morei por 06 meses no Canadá.
Mas esta viagem à Patagônia, ficando no Explora, é a viagem dos meus sonhos, junto com ver a Aurora Boreal.
Engraçado que meus sonhos de consumo no que se refere à viagem são para lugares frios. E eu AMO sol e calor! Acho que é porque eu conheço o litoral brasileiro de Nordeste a Sul, já!
beijos!
(minha melhor amiga mora aí em Santos!)

Heloísa disse...

Nina,
Realmente temos alguma conexão misteriosa. Você acredita que, quando comentei com meu filho que tinha vontade de conhecer a Patagônia, ele me disse: Não sei o que você vai fazer lá, se não gosta de frio.
Sinto que também estou mais inclinada para conhecer lugares gelados. Que tal o Alaska?
Do Canadá, só conheço a parte leste. Achei linda!
Que coincidência sua melhor amiga morar em Santos. Acho que acabaremos nos conhecendo pessoalmente.
beijos

Nina disse...

Sim, espero realmente conhecê-la!
Eu morei em Toronto, e conheço Montreal, Niagara e outras cidades por ali. Lindas!

Tem um selo para você no meu blog!

http://meninadecachos.blogspot.com/

beijos!

Cláudia M. disse...

Heloísa, que viagem maravilhosa. Tb me sinto atraída por alguns lugares bem frios, como o Norte da Europa, que adorava conhecer, e no entanto sou do mais friorento que há. No fundo, gostava de conhecer um pouco de cada canto do mundo, e ainda por cima tenho pavor de avião...
Olhe, em relação ao selinho, é certo que adorei as suas palavras, mas para ser sincera, achei-o um pouco "ambíguo", ou talvez não seja bem isto que quero dizer, mas não me ocorre nada mais apropriado (aquela coelhita tinha um ar bem malandreco...) Mas vc percebe, não é? Tanto que mudou de ideias... Fique bem e bjs.

Sergio Luiz Prado Leite disse...

Heloísa, apreciei muito as fotos de sua viagem. Sou apaixonado pela America do Sul. Vivi grandes aventuras em viagens em um pequeno Ka, indo de São Paulo a Santiago do Chile (2006) e São Paulo a Ushuaia, passando na volta por Punta Arenas, Puerto Natales, El Calafate, Bariloche, Puert Mont, Pucon.. Acho que nós dois passaríamos horas conversando e mostrando fotos. Boa sorte. Sérgio